Polícia prende chefe do tráfico no Morro São João, no Engenho Novo; ele estava no Jacarezinho

William Sousa Guedes, o Corolla ou Chacota, foi preso por policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE). Ele foi encontrado na manhã desta quarta-feira na localidade conhecida como Azul, na Favela do Jacarezinho, Zona Norte do Rio. Apontado pela polícia como chefe do tráfico no Morro São João, no Engenho Novo, ele tem 54 anotações em sua ficha criminal. Corolla foi preso após uma ação de inteligência da DRE, que há meses vinha monitorando o traficante. A prisão dele teve o apoio de agentes da Subsecretaria de Inteligência (Ssinte) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).

De acordo com a polícia, o traficante é responsável pela guerra no Morro dos Macacos, em Vila Isabel, e também dá apoio a Doca da Penha para invadir comunidades na Zona Oeste. Corolla é originário da Favela de Manguinhos, dominada pelo Comando Vermelho (CV), é a homem de confiança de Wilton Quintanilha, o Abelha, que contra bocas-de-fumo na Lapa, na região central do Rio.

Corolla tem 54 anotações criminais por crimes como tráfico de drogas e roubo. Antes da prisão, ele estava com nove mandados de prisão preventiva em aberto. Atualmente, ele exerce a liderança do Morro do São João, Engenho Novo, e vem travando uma disputa territorial incessante com os rivais no Morro dos Macacos (TCP).

Ele também é suspeito de ter envolvimento na morte do policial militar Daniel Henrique Mariotti, de 30 anos, em janeiro de 2019. O PM era lotado 22º BPM, Maré, e foi baleado na cabeça em uma das saídas da Linha Amarela, em Bonsucesso, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Related posts

Leave a Comment